Evento

Fechamento de Gestão:  2014 -2017

Fechamento de Gestão: 2014 -2017

Meus amigos associados,

Tendo em vista o final da minha gestão – 2014 a 2015 e 2016 a 2017 – gostaria de convidá-los a fazermos uma reflexão sobre a realidade de nosso Clube em relação ao cenário econômico e financeiro nacional.

O CENÁRIO NACIONAL

A economia brasileira passou nos últimos anos por uma brusca virada, saindo de um boom econômico para uma profunda recessão. Como todos sabem o Brasil enfrenta a pior crise já registrada poucos anos após um boom econômico.

Em 2010 o Brasil teve o maior crescimento do seu PIB em 20 anos, de 7,5%.

Nos dias atuais tivemos o segundo ano seguido de retração no Produto Interno Bruto (PIB), o pior resultado da economia já registrado pelo IBGE.

Em 2016, a economia encolheu 3,6%.

Essa mudança de rota atingiu em cheio o bolso da população e fez muitos brasileiros mudarem de vida para pior. Como o PIB caiu e a população ainda está crescendo, tivemos três anos de queda no PIB per capita, uma redução de 9,1% no período. Isso significa um empobrecimento da população.

Aliado a isso tivemos o aumento do desemprego e da inflação; uma boa parte da população que havia conquistado novos hábitos de consumo quando a economia estava aquecida passou a perder oportunidades.

Em menos de dois anos, o Brasil viu sua economia mergulhar em uma forte recessão que ainda está longe de dar sinais de trégua. Quase nenhum setor, do varejo à indústria, conseguiu escapar da crise e os resultados ruins se tornam palpáveis diante da deterioração do mercado de trabalho brasileiro.

No ano passado, o país fechou 1,5 milhão de postos de emprego com carteira assinada e o pior ainda está por vir, segundo alguns analistas.  Os brasileiros também sentiram no bolso o aumento da inflação que, sob pressão do reajuste dos preços controlados pelo Governo, como o da conta de luz e a gasolina, fechou o ano passado em 10,67%. Tivemos mais 2 milhões de pessoas que deixaram de pagar planos de saúde.

A REALIDADE DO COUNTRY CLUB

Refletindo o cenário nacional apresentado, como todas as empresas do país, nós do Country também adotamos uma gestão profissional em todas as aéreas principalmente no corte de gastos de nosso Clube.

Dessa forma, a fim de evitar uma série de informações desencontradas e que não representam a realidade econômica e financeira do São Carlos Country Club, a Diretoria Executiva vem esclarecer aos Associados e a toda comunidade São-carlense, com a transparência que sempre pautou a atual Gestão, a  verdadeira situação financeira desta entidade.

A seguir demonstraremos um resumo, extraído dos balancetes contábeis, dos passivos bancários e também de parcelamento de impostos, que se concentram no INSS Entidade (previsão no artigo 22 da lei 8.212/91 – 20% sobre o total das remunerações pagas, devidas ou creditadas a qualquer título).

Como podemos observar, em janeiro de 2014 assumiu-se a Gestão do São Carlos Country Club, com um passivo registrado de R$ 449 mil, com 56% representado por passivos bancários e 44% referente a passivos tributários. Durante o ano de 2014, com a aprovação do Conselho Deliberativo, captou-se R$ 263 mil em operação financeira, com condições muito favoráveis quando comparadas às contratadas anteriormente. Esse recurso foi utilizado para quitação das operações contratadas anteriormente (não a sua totalidade) e investimentos que se faziam necessários naquele momento, motivo para a elevação do endividamento para o ano de 2014.

Em novembro de 2017, o passivo do São Carlos Country Club, de R$ 638 mil está distribuído entre 86% de passivos tributários (R$ 550 mil) e 14% de passivos bancários (R$ 87 mil). A promulgação das leis 12.996/2014 (REFIS da Copa) e 13.496/2017 (PERT – Programa Especial de Regularização Tributária 2017), permitiu o parcelamento de 64% (R$ 408 mil) dos débitos tributários em 120 meses, sendo o restante objeto de parcelamentos ordinários (60 meses).

O financiamento bancário (um único contrato) encerra-se em dezembro de 2018, com bonificação das três últimas parcelas em caso de pontualidade nos pagamentos, ou seja, pode encerrar-se em setembro de 2018.

Com a crise econômica de 2015, citada cima o país atingiu 38% de crescimento nas taxas de desemprego, o Clube foi atingido com uma queda significativa do número de associados, havendo redução de 33% no quadro de associados, de dezembro de 2014 a novembro de 2017 (veja gráfico a seguir):

A redução de 279 associados pagantes, diminuiu a arrecadação em aproximadamente R$ 74 mil reais mensais, chegando ao montante anual de R$ 890 mil. Mesmo com redução significativa na arrecadação, percebe-se que o aumento do endividamento não aumentou na mesma proporção, uma vez que várias medidas que buscavam o equilíbrio financeiro, foram implementadas, fazendo com que não houvesse um reflexo direto e proporcional a redução do quadro de associados.

O aumento patrimonial foi de R$ 369 mil, ou seja, quase duas vezes o valor do aumento do endividamento, comprovando um ganho patrimonial de aproximadamente R$ 180 mil, quando comparamos a variação dos ativos e do endividamento.Outro ponto importante a ser valorizado, foi o aumento patrimonial gerado durante a gestão realizada entre os anos de 2014-2017. A seguir demonstramos valores extraídos dos balancetes contábeis, demonstrando a evolução dos valores do ativo imobilizado do São Carlos Country Club, de dezembro de 2013 a novembro de 2017.

Durante os quatro anos da gestão, apesar das dificuldades financeiras apresentadas, em momento algum houve qualquer atraso no pagamento a fornecedores, prestadores de serviços, instrutores e funcionários, que também tiveram todos os seus encargos recolhidos (FGTS, IRRF, INSS, etc.).

Tivemos na gestão, algumas demissões que foram necessárias. Todas as verbas rescisórias foram pagas e como reflexo do respeito com que as situações sempre foram tratadas, não houve qualquer processo trabalhista nesse intervalo de tempo.

Complementando tivemos dos financiamentos capitados o primeiro encerrado em 02/2017, com parcela mensal de R$ 7.343,38 e prêmio de parcelas por pontualidade. Ou seja, das 36 parcelas programadas, o financiamento foi quitado em 33 parcelas com o Clube recebendo prêmio de pontualidade nos pagamentos.

Encerramos em 08/07/2017 outro financiamento com parcelas de R$5.181,80 com prêmio de 3 parcelas por pontualidade nos pagamentos. Ou seja, das 36 parcelas programadas, o financiamento foi quitado em 33 parcelas.

 

 

OPORTUNIDADES CRIADAS NESSE CENÁRIO

 Para 2018 ficará um único contrato com parcelas de R$ 3.228,74 a vencer em 24/09/2018, também com previsão de bonificação de três parcelas por pontualidade.

Destaca-se ainda que todos os funcionários sempre receberam os salários em dia e as rescisões também estão quitadas.

Nossa preocupação sempre foi com a imagem e credibilidade do São Carlos Country Club, sendo que hoje o Clube está preparado para que a próxima gestão possa administrar praticamente com as contas em dia.

Ressaltamos que está não é tarefa fácil e portanto é importante que todos acompanhem a gestão financeira, pois, não podemos correr riscos.

Com toda essa dificuldade ainda foram realizados investimentos em nosso patrimônio que vale algo em torno de R$ 40.000.000,00 (informação Importante)

  1. Construção de duas quadras de tênis, iluminação das novas quadras de tênis,
  2. Reforma do bar do futebol,
  3. Revitalização e manutenção das estruturas do clube,
  4. Reforma do Toboágua,
  5. Renovação do AVCB e alvará de funcionamento com necessidade de investimentos no salão social, entre outros.
  6. Os recursos vieram de taxas de construção, mas principalmente de ações coordenadas de obtenção de recursos junto a patrocinadores e associados

Além dos investimentos citados não deixamos de realizar atividades sociais e esportivas como: Colônia de Férias, aulas especiais no verão, Country Fest (festa Junina), Baile de dia da Mães, Som ao Vivo, Campeonatos esportivos (futebol, bocha, vôlei, tênis e outros) entre outras atividades.

 

SEMENTES PARA O FUTURO

 Nossa preocupação sempre foi com a imagem e credibilidade do São Carlos Country Club e portanto, desafio qualquer um debater assuntos de minha gestão que não sejam boatos, pois assim, evitaremos qualquer medida jurídica e desnecessária.

Todos conhecem minha idoneidade bem como de todos os Diretores, portanto não acreditem em mentiras! Vamos seguir em frente nosso caminho!!!

Esperamos ter esclarecido qualquer dúvida, bem como demonstrado a real situação econômica e financeira, Patrimonial, Social e Esportiva do São Carlos Country Club.

Os fatos expostos permitem que a nova gestão tenha tempo para implementar o seu Plano de Gestão e consiga fazer com que continuemos tendo orgulho do nosso Clube, que a imagem de credibilidade e respeito da comunidade de São Carlos com o Country Club permaneçam.

Desejamos sorte e muita sabedoria ao novo presidente Sergio Ferrão e sua Diretoria, temos a certeza que sempre estarão em busca do melhor para o nosso clube.

Um ÓTIMO 2018 A TODOS !!!

Agradeço imensamente a todos os diretores que me ajudaram a construir um novo São Carlos Country nestes 04 anos, nós plantamos a semente de um novo modelo de gestão; UM CLUBE LIMPO E FINANCEIRAMENTE SAUDÁVEL !!!

Comentários