Danilo Garbuio é top 3 no estado de São Paulo

13 de dezembro de 2017

Danilo Garbuio é top 3 no estado de São Paulo

 Com a vitória de Mogi das Cruzes, Danilo Garbuio fecha o ano em 3º na FPT.

Por André Luis Ferreira

 

foto por André Luís Ferreira

Após vencer a etapa do Master Infanto-juvenil da Federação Paulista de Tênis, realizado no último final de semana em Mogi das Cruzes, o jovem Danilo Garbuio, de  17 anos, encerra a participação na competição estadual na terceira colocação do ranking geral para atletas até 18 anos.

O torneio, que é disputado pelos 12 melhores atletas do  ranking em cada categoria, forma a base do tênis paulista. Para chegar ao título, Garbuio venceu na final Igor Koshiba, pelo placar de dois sets a zero (6×4 e 7×5), na semifinal eliminou Ítalo Lourenço, primeiro colocado do ranking paulista, e no jogo de estreia passou pelo atleta Mateus Silva, também com o placar de dois sets a zero.

Apesar de se dedicar mais ao circuito brasileiro, Danilo ressalta a importância dos eventos da Federação Paulista, que segundo ele é uma forma de se manter constantemente em competição. “Geralmente os torneios do brasileiro são mais distante, fato que aumenta os gastos e demanda uma preparação maior. Poder jogar dentro do estado de São Paulo é muito mais fácil”, explica o tenista.

Após concluir os estudos do ensino médio, Danilo pretende focar o ano de 2018 nos campeonatos de nível nacional, para isso sua equipe já busca novos patrocínios e apoios.

ROTINA – Para fazer a transição de tenista amador para profissional a rotina de um atleta não é nada fácil, além dos treinos em quadra, Danilo Garbuio dedica mais de seis horas por dia para atividades físicas específicas, alimentação balanceada e sessões com psicólogos e coordenadores técnicos.

Como atleta do São Carlos Country Club, Danilo tem como técnico o professor Bruno Valim, responsável pelos treinos diários.

“Todo o trabalho é realizado aqui no clube, temos uma ótima estrutura. Mais que pensar somente na atividade específica do tênis, temos que ficar atentos a todos os aspectos, como preparação física para evitar lesões, alimentação e também na parte emocional. O tênis é um esporte de muita pressão psicológica, saber trabalhar essa condição garante um bom desempenho nos torneios”, explica o técnico do tenista.

 

 

Comentários